METODOLOGIA

O conhecimento é amplamente construído por meio da participação ativa dos sujeitos, da reflexão e da interação social. Com isso cresce muito a importância do professor como mediador competente não só quanto ao conteúdo e a formação de atitudes, mas também quanto aos fundamentos do processo ensino-aprendizagem.


O conhecimento não é uma cópia da realidade, nem simplesmente olhar e fazer uma cópia mental ou imagem de um acontecimento: modificar, transformar o objeto, e compreender o processo dessa transformação e, por conseguinte, compreender o modo como o objeto é construído é, o que constitui o ato de conhecer.


Encorajar os alunos para descobrirem suas próprias soluções e para levantarem suas próprias perguntas é uma postura filosófica e política diante da educação. A capacidade de "aprender a aprender" é a expressão máxima da competência e da autonomia cognitiva e moral.


  Com este referencial as atividades serão apresentadas em diferentes níveis de desempenho, serão desafiadoras, pois devem estimular a procura, a busca constante e a elaboração de respostas múltiplas.


     As estratégias do professor estarão centradas, principalmente,  na iniciativa do aluno, valorizando o conhecimento que ele já traz e avançando com ele na descoberta de novas formas de trabalho.


    O desenvolvimento de estratégias de aprendizagem é, portanto, um dos objetivos primordiais da escolaridade.